quarta-feira, junho 28, 2017

Rir não diz nada

Se na solidão que a vida me propôs,
Eu pudesse ao menos me livrar
Mesmo rindo para poder disfarçar,
Sinto falta dos dias em que nós dois
Estávamos juntos contentes a gargalhar.

segunda-feira, abril 24, 2017

Nossos gifs para lembrar


Lembranças

É uma palavra tão vaga que nem sequer se consegue definir no mundo palpável;
É como se fosse uma porção de coisas longínquas que ninguém consegue distinguir;
É divisar a forma ou a emoção que provoca um passado distante, indizível;
É a indecisão do pensamento entre o real e o imaginário que o tempo fez sumir;
É olhar para trás e perceber que tudo que um dia foi, amanhã será variável.

Hoje tudo parece tão real! E talvez só recordarão as decepções;
Amanhã, nossos afetos e desafetos serão apenas lembranças...
Nos próximos anos, somente objetos de reflexões,
Num futuro distante, arrependimentos pelas ingênuas cobranças,
E no além, muito além, marcas tardias nos corações...

Eu, você... nós.
Os arroubos,
As conquistas
E a gratidão.
Dolorosas lembranças
Saudosas recordações...
 



sexta-feira, novembro 18, 2016

O Sentido da Luta

Sempre foi inerente ao ser humano lutar.
Esta prática não é atual, acho até que os humanos dependendo do espaço em que habitam têm se mantido de certa forma acomodados. Acho até que a própria forma de vida tem contribuído para tal. Desde criança que já se treina para a acomodação e para a falta de decisão.
Quando se coloca um pequeno de dois anos diante de uma televisão para assistir, ou melhor para que não dê trabalho, já se está treinando pessoas para o silêncio e para a imobilização. Quieto, calado é cômodo, não incomodará ninguém, mas poucos percebem que involuntariamente está repassando para a vida aquilo que o sistema capitalista quer e espera do mundo para que não haja incômodo a sua forma selvagem de treino para a dominação.
Como se reproduz involuntariamente o que se espera sem sobrepor nossas ações à reflexão! Diante disso, é que temos de analisar o que somos, como somos e o que estamos a fazer. Será que não estamos perdendo o nosso espaço? E o verdadeiro sentido da vida? Afinal não nascemos para ficar esperando que tudo a nossa volta se resolva sozinho. Faz-se necessário lutar, embora saibamos que luta exige determinação e acima de tudo coragem.
Vamos à luta?  O tempo urge. É agir ou calar para sempre.